Conselho Brasileiro de Lideranças em Placemaking

Foto brasileiros em BsAs

Alguns dos brasileiros presentes na Future of Places, em setembro de 2014, quando foi fundado o Conselho Brasileiro de Lideranças em Placemaking.

O Conselho Brasileiro de Lideranças em Placemaking é uma iniciativa dos participantes brasileiros da segunda Future of Places, realizada pela UNHabitat  com apoio da Ax:son Johnson foundation e da Project for Public Spaces, em Buenos Aires, em setembro de 2014.

Os objetivos do Conselho são:

  • Promover a discussão a respeito de Placemaking no contexto brasileiro envolvendo toda a sociedade, em especial o poder público, a iniciativa privada, entidades do terceiro setor e a academia.
  • Divulgar e repercutir iniciativas de relacionadas a Placemaking e à humanização dos espaços públicos nas cidades brasileiras, promovendo a troca de ideias e experiências.
  • Empoderar as comunidades urbanas com ferramentas para transformar ‘espaços’ em ‘lugares’, promovendo eventos e treinamentos relacionados a Placemaking.
  • Incluir o Placemaking na agenda política e técnica dos governos municipais, estaduais e federal, especialmente nos processos de planejamento e requalificação urbana das nossas cidades.
  • Incluir o Placemaking na agenda dos representantes brasileiros em conferências internacionais relacionadas ao tema, em particular dos diplomatas brasileiros que representarão nosso país na Habitat III, a maior conferência a respeito do meio urbano da história, que será promovida pela ONU em 2016, vinte anos após a Habitat II (Istambul, 1996) e quarenta após a Habitat I (Vancouver, 1976).

Quem faz parte do Conselho?

O Conselho Brasileiro de Lideranças em Placemaking é um fórum de pessoas engajadas com os objetivos acima, que não apenas lidam com Placemaking diariamente, mas que querem dar um “passo a mais”.

Para saber se você pode fazer parte do Conselho, revise os critérios abaixo:

  1. Você entende o conceito de Placemaking e reconhece que trata-se de um processo de transformação contínua e não de um fim específico. Você conhece outros atores envolvidos nesse tema e entende que trata-se de um movimento e uma tendência global.
  2. Você entende e concorda com nossos objetivos. Você sabe que o Conselho não é uma plataforma de relacionamento e networking, mas sim um fórum que promove a discussão entre indivíduos têm em comum a ambição de promover uma mudança cultural em grande escala, visando colocar a criação de bons lugares públicos no centro das discussões relacionadas à temática urbana.
  3. Você possui experiência em projetos e iniciativas concretas que abordaram a criação de bons espaços públicos. Você não apenas pensa nesse assunto, ou acredita que esses temas são relevantes, você já tem um currículo que suporta e embasa as suas opiniões.
  4. Você entende que a discussão em torno de bons lugares não pode ser dominada por um setor da sociedade ou por uma carreira específica. Você entende que Placemaking é um processo holístico que envolve um diálogo transversal entre todos os atores na construção do espaço.
  5. Você tem conhecidos, contatos e amigos engajados com Placemaking. Você conhece pessoas que, assim como você, atendem a estes critérios. Sua rede de placemakers lhe permitirá levar os temas discutidos para além dos limites do Conselho.

Se você se identificou com diversos destes critérios, encorajamos fortemente que se candidate agora mesmo a conselheiro, preenchendo o formulário abaixo.

Estrutura

Lideranças Nacionais – Ricardo Birmann, Jeniffer Heemann, Marcelo Rebelo e Leonardo Brawl

Clique aqui para entrar em contato conosco.