O que é Placemaking?

Placemaking é um processo de planejamento, criação e gestão de espaços públicos totalmente voltado para as pessoas, visando transformar ‘espaços’ e pontos de encontro em uma comunidade –  ruas, calçadas, parques, edifícios e outros espaços públicos – em ‘lugares’, que eles estimulem maiores interações entre as pessoas e promovam comunidades mais saudáveis e felizes.

Placemaking trata de observar o uso dos espaços públicos, assim como perguntar e ouvir as pessoas que vivem, trabalham ou visitam um local para descobrir suas necessidades e desejos. Essas informações são usadas para a criação de uma visão comum de lugar, que possibilita a implementação de mudanças rápidas que tragam benefícios imediatos para um espaço público e para as pessoas que o frequentam.

Confira aqui o guia que explica o conceito Placemaking e apresenta ferramentas para transformar espaços públicos.

Os conceitos por trás do Placemaking começaram a surgir em 1960, quando visionários como Jane Jacobs, William H. Whyte, Jan Gehl e outros divulgaram ideias inovadoras, onde o desenvolvimento das cidades deveria ser voltado para pessoas – e não para os carros. Jane Jacobs defendia a ideia de que ruas com pessoas são ruas mais seguras, usando o termo “olhos na rua” para explicar que, sem perceber, as pessoas são responsáveis por observar o uso dos espaços e zelar pela sua segurança. Já Holly Whyte enfatizava os elementos essenciais que um espaço público deve ter para atrair pessoas e se tornar um lugar de convivência e vida, enquanto Jan Gehl propõe que a arquitetura e urbanismo devem pensar primeiro nas pessoas, depois no espaço e só então nos prédios.

Placemaking é:

  • Voltado para a comunidade
  • Visionário
  • Função antes da forma
  • Adaptável
  • Inclusivo
  • Flexível
  • Culturalmente consciente
  • Constante transformação
  • Interdisciplinar
  • Guiado pelo contexto
  • Transformador
  • Inspirador
  • Colaborativo
  • Sociável

Placemaking pertence a todos: sua mensagem e missão são maiores que uma pessoa ou organização.